GeralNotícias

Após seis adiamentos, novas placas entram em vigor

0
Tempo de leitura: 1 minuto

O modelo de placas Mercosul será obrigatório para novos veículos em todo o país a partir desta sexta-feira, dia 31, para aqueles que forem transferidos ou precisarem ser substituídas por danos e furtos.

O modelo continua com sete dígitos, mas ficará com um número a menos e uma letra a mais, que estará sempre entre os números, permitindo mais combinações, conforme o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). A novidade é que as novas placas não serão instaladas diretamente pelo departamento, serão fabricadas e vendidas por empresas credenciadas.

Conforme a proprietária de uma empresa em Lajeado, Cíntia Camara, alguns componentes de segurança que foram previstos inicialmente no modelo, foram mantidos, como ondas sinusoidais e inscrições com efeito detrativo. O diferencial é o uso de QR Code, o que impede a clonagem. “Assim aumenta a rastreabilidade. Ali ficam armazenados dados dos fabricantes, estampador da placa e número de série do veículo. Isso tudo não era possível no modelo antigo”, diz.

O preço das novas placas é tabelado. Para os carros, fica R$ 250. Já motocicletas custam R$ 150. “Com a exigência, tivemos uma grande procura”, destaca.

A placa Mercosul é obrigatória apenas nos casos de primeiro emplacamento e necessidade de reposição da antiga, seja por roubo, furto, dano, extravio da placa ou transferência de propriedade quando houver troca de município. Nos demais casos, a identificação atual poderá ser utilizada até o 31 de dezembro de 2023.

Disponível em dez estados
Criado em 2014, o padrão Mercosul já é utilizado há mais de um ano no Brasil. O primeiro estado a adotar as placas foi o Rio de Janeiro e hoje está disponível em outros dez estados Acre, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Paraíba, Piauí, Paraná, Rio Grande do Norte, Rondônia e Rio Grande do Sul.

Fonte: Jornal a Hora

Sandra Meotti

Assembleia aprova PEC do governo Leite que altera previdência e gratificações de servidores no RS

Artigo anterior

Acidente com ônibus de torcedores do Pelotas deixa cerca de 30 pessoas feridas em Erechim

Próximo artigo

Você também pode gostar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Mais Geral