Notícias

CAMPOS BORGES | Câmara aprova repasse de R$ 15 mil mensais ao Hospital São Sebastião

0
Tempo de leitura: 1 minuto

O hospital de referência para atendimento aos camposborgenses é o Hospital São Sebastião Notre Dame, em Espumoso. Conforme informações da própria assessoria de imprensa do Hospital, ao longo de um ano cidadãos de 39 municípios foram atendidos pela entidade em Espumoso, o que mostra a expressão e importância regional da entidade.

Como forma de auxiliar na manutenção e permanência das portas abertas servindo a região, o hospital mantém convênios com os municípios para que os mesmos de acordo com a realidade de cada um e demandas, repassem mensalmente valores como subsídio de apoio.

É sabido que as entidades hospitalares, mesmo que filantrópicas, como o caso do hospital em Espumoso, possuem extremas dificuldades financeiras para se manterem. No período da pandemia a situação ficou ainda mais crítica, pois apesar dos aportes de dinheiro promovidos pelo setor público, o valor dos insumos, necessários para o atendimento aos pacientes e para o trabalho dos profissionais de saúde tiveram aumentos astronômicos, então, mesmo com a entrada de mais recursos, o aumento dos gastos também acompanhou e em alguns casos até superou os recursos de entrada.

Em Campos Borges o repasse que era de R$ 9 mil mensais, segundo o Executivo Municipal, agora será de R$ 15 mil mensais. O pedido veio do próprio hospital, e segundo a prefeita Cleonice da Paixão Toledo, não há muito o que fazer em termos de negociação com a entidade, pois é notória a necessidade de manter a parceria, porque a comunidade não pode correr o risco de não ser atendida pelo hospital. “Não temos muito o que discutir nesse assunto a não ser acatar o pedido do hospital e suas considerações e não correr o risco de deixar nossa população sem atendimento”, apontou a prefeita.

O projeto de lei que solicitou autorização da Câmara Municipal para que a Prefeitura possa repassar mensalmente os R$ 15 mil ao hospital foi aprovado por unanimidade dos vereadores, na sessão ordinária de 19 de abril. Todos no uso da tribuna expressaram seu apoio ao repasse entendendo que saúde é prioridade e que a comunidade de Campos Borges merece e continuará sendo atendida por esta instituição de saúde.

No entanto, alguns vereadores, como Dioni Ribeiro (MDB), argumentou que a Administração tem que repassar e assim o fará porque a comunidade precisa dessa segurança no atendimento em saúde, mas que cabe aos vereadores e ao próprio executivo observar o retorno desse investimento fiscalizando as ações do hospital no que tange a qualidade do atendimento oferecido à comunidade.

O presidente da Casa, vereador Moacir Rodrigues da Silva (PDT), apontou para a necessidade de continuar os investimentos em saúde, e cada vez mais, porque é um dos setores que mais a população de Campos Borges tem demanda e que o Hospital de Espumoso é uma referência regional.

Andressa de Oliveira

ALTO ALEGRE | “Governar é um presente pela luta emancipacionista”

Artigo anterior

COMO FUNCIONA O MERCADO FINANCEIRO ?

Próximo artigo

Você também pode gostar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.