Portal de Notícias Correio do Mate
AgronegóciosNotícias

Colheita de Pitaya em Muçum

Produtor estima alcançar 15 toneladas de Pitaya

557Visualizações
Portal de Notícias Correio do Mate

Colheita de Pitaya: produtor estima alcançar 15 toneladas

Os produtores de pitaya, Adelir Gregio e Rudimar Bertinatto, proprietários da agroindústria Pitayas do Vale, iniciaram a quarta colheita da fruta. A primeira vez que os pomares localizados na Linha Alegre produziram, foi em 2016. Bertinatto tem expectativa de colher cerca de 15 toneladas. A venda in natura ocorre, em sua maioria, para supermercados alocados na Serra Gaúcha e nos vales do Taquari e Rio Pardo.

A Administração Municipal, através da Secretaria de Agricultura e Produção, colabora com os investidores através do apoio em serviços de terraplanagem e empréstimos de equipamentos que viabilizam o plantio, além de orientações técnicas, que ocorrem em parceria com a Emater/RS – Ascar.

Na manhã da última sexta-feira (27), o secretário de Agricultura e Produção, Vilson Pin, esteve em visita a propriedade de Bertinatto para acompanhar o andamento da colheita e ouvir demandas do produtor, que, em breve, pretende investir também em uma agroindústria de aipim.

Foto: Luís Gustavo Bettinelli

Fonte: Prefeitura Municipal de Muçum

Portal de Notícias Correio do Mate
Sandra Meotti

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.