EsportesNotícias

Com gol histórico de Cristiano Ronaldo, Portugal supera Gana por 3 a 2

0
Tempo de leitura: 1 minuto

Contando com o brilho de Cristiano Ronaldo, Portugal superou Gana por 3 a 2, na tarde desta quinta-feira (24), e assumiu a liderança do Grupo H da Copa do Mundo, no qual Coreia do Sul e Uruguai aparecem na segunda posição após empatarem sem gols.

No estranho Estádio 974 (o número é relativo à quantidade de contêineres encaixados que formam a praça de esportes temporária e desmontável), Portugal e Gana começaram suas caminhadas diante de mais de 42 mil torcedores.

No papel, Portugal tem um timaço. Na realidade, o técnico Fernando Santos (campeão da Euro 2016 e da Liga Europa 2019) parece ainda não conseguir extrair o melhor de cada um. Por isso, tanta dificuldade em uma partida em que o time teve mais posse de bola, criou os melhores lances e viu o atacante Cristiano Ronaldo desperdiçar duas chances antes mesmo dos 15 minutos do 1º tempo, um passe no corredor central que ele não dominou corretamente e uma cabeçada para fora.

Aos 30 minutos, Cristiano Ronaldo recebeu na frente, o zagueiro de Gana desabou e o árbitro marroquino, naturalizado norte-americano, marcou empurrão. O camisa 7 ignorou o apito e ainda completou para as redes, mas o jogo estava parado.

De certa forma, a tônica do jogo mostrava Gana acuada, sem opções de saída de bola e até confortável em ficar se defendendo, garantindo o 0 a 0 (aliás, um resultado muito persistente nesta Copa).

No 2º tempo, Gana conseguiu se soltar. Aos 9 minutos, num contra-ataque muito rápido, Kudus arriscou rasteiro de fora da área e a bola passou rente à trave do goleiro Diogo Costa.

Aos 17 minutos, Cristiano Ronaldo se jogou na área de Gana, o árbitro marcou pênalti, mas os jogadores africanos pressionaram para que Ismail Elfath consultasse o VAR (árbitro de vídeo). O juiz deu de ombros para as reclamações e CR7 foi para a cobrança, perfeita, estufando as redes do goleiro Ati. Com este gol, o português se tornou o primeiro jogador da história ao marcar ao menos uma vez em cinco Copas diferentes.

Porém, a resposta não tardou. Aos 27 minutos, Kudus cruzou rasteiro e André Ayew, atacante do Al Saad (Catar) completou de dentro da pequena área: 1 a 1.

Aos 32 minutos, os portugueses recuperam a bola e tocaram para o garoto João Félix, atacante do Atlético de Madrid (Espanha), que foi parar diante do goleiro Ati e antes de dar um toquinho para marcar 2 a 1.

Gana perdeu totalmente a concentração. Os portugueses roubaram a bola e William Carvalho tocou na área para o reserva Rafael Leão. O atacante do Milan (Itália) apenas ajeitou o corpo e colocou a bola na chamada bochecha da rede do goleiro Ati: 3 a 1 aos 34 minutos.

Aos 43 minutos, os africanos voltaram a pressionar pela direita, aproveitando as falhas do lateral João Cancelo. Cruzamento para a área e Bukari, de cabeça, testou livre. O goleiro Diogo Costa nem se mexeu para diminuir para 3 a 2.

Para aumentar o nervosismo, o árbitro deu 9 minutos de acréscimo e o jogo ficou ainda mais faltoso. Mas o placar permaneceu sem novas alterações até o fim.

Os lusos venceram no sufoco, mas jogaram toda a pressão na segunda rodada para o Uruguai, adversário da próxima segunda-feira (28). No mesmo dia, Gana entrará em campo contra a Coreia do Sul precisando vencer a qualquer custo. O Grupo H promete fortes emoções.

Edição: Fábio Lisboa

fonte: Agência Brasil

Andressa de Oliveira

Weekly Statewide Adult Group Chat Illinois Spina Bifida Association

Artigo anterior

Tinychat Evaluations

Próximo artigo

Você também pode gostar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.