Notícias

Compras com Cartão Coagrisol agora podem ser parceladas em até 10x

0
Tempo de leitura: 1 minuto

No mês em que completa 52 anos, a Coagrisol oferece mais uma facilidade aos seus clientes, ampliando para 10 vezes sem juros o pagamento das compras com o cartão próprio da cooperativa. A iniciativa é válida para todas as lojas de material de construção, móveis e eletrodomésticos, assim como nas unidades de soluções para o agronegócio.

Esta campanha também vem para atender a uma solicitação de clientes e cooperados. É importante salientar que se mantém a possibilidade de pagar as compras em 24 parcelas fixas. Atualmente, já são mais de 10 mil pessoas que estão usufruindo dos benefícios do Cartão Coagrisol.

Para quem ainda não tem o cartão, pode ir até uma das lojas de varejo que é confeccionado de forma rápida, com aprovação feita na hora. No ato do cadastramento, os clientes já podem comprar e pontuar, somente com os dados passados em seu celular. O cartão físico será enviado em 10 dias úteis e poderá ser retirado na loja onde o cliente se cadastrou.

Entre as vantagens, não tem anuidade e oferece condições exclusivas para pagamento. Além disso, o cliente terá um aplicativo (app) para acessar sua conta, ver suas transações, consultar seus limites e faturas, acompanhar sua pontuação, sem necessidade de sair de casa. A Coagrisol quer oferecer comodidade, praticidade, aliado à tecnologia e inovação.

Com o Cartão Coagrisol, o titular também participa do Programa de Fidelidade. Todas as compras são transformadas em pontos, que dão direito a descontos em compras futuras, independente do meio de pagamento utilizado, basta cadastrar e se identificar no momento de cada compra.

 

 Escrito por: Coagrisol

Andressa de Oliveira

GUAPORÉ | Vereadores aprovam projeto de parceria entre Poder Público e a empresa Innovar

Artigo anterior

FONTOURA XAVIER | Agroindústria Scapin Alimentos se prepara para adesão ao Susaf-RS

Próximo artigo

Você também pode gostar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.