Portal de Notícias Correio do Mate
GeralNotícias

Contêineres de recolhimento de resíduos secos e orgânicos são alvo de depredação em Guaporé

A fata de educação e respeito ao patrimônio público prossegue em Guaporé, infelizmente

179Visualizações
Portal de Notícias Correio do Mate

A fata de educação e respeito ao patrimônio público prossegue em Guaporé, infelizmente. Não bastasse o momento vivido de preocupação com a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), as autoridades governamentais e de segurança pública estão perdendo tempo com pessoas irresponsáveis e que não valorizam o lugar que vivem. Nos últimos dias, contêineres de recolhimento de resíduos secos e orgânicos, adquiridos pelo Poder Público através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente para deixar cada vez mais a cidade limpa, foram alvos de depredações.
Dois contêineres, que estavam colocados na Avenida Monsenhor Scalabrini, proximidades do antigo Cinema, foram queimados. Sobraram, segundo a secretária Monia Zampeze, somente as rodas metálicas. Os dois autores do ato de vandalismo, realizado por volta das 4h30min, foram identificados pelas imagens de um estabelecimento. Além destes, mais um contêiner da coleta seletiva de lixo foi alvo na madrugada do dia 19 de abril. Por volta das 3h30min, na Avenida Silvio Sanson, próximo a Funerária Guaporense, vândalos atearam fogo. Um ficou completamente danificado e no outro apenas queima parcial. Os contêineres são construídos em polipropileno e tem capacidade para 1.000 litros cada.
“É lamentável que ainda tenhamos que perder tempo atrás de situações de vandalismo como estas. É dinheiro público sendo literalmente queimado por atitude irresponsável. Brincadeiras como estas não cabem mais na sociedade. É revoltante. Resta-nos identificar e punir os responsáveis pela depredação do patrimônio”, disse Monia.
Os registros de dano qualificado ao patrimônio público foram realizados na Delegacia de Polícia Civil (DP), de Guaporé, que investiga a autoria dos fatos. Imagens das câmeras de videomonitoramento de estabelecimentos comerciais das proximidades flagraram as ações. Estas serão fundamentais para a punição dos culpados. Cada contêiner tem um custo estimado em R$ 1,5 mil.

Pena
Além do ressarcimento do dano do patrimônio ao Poder Público, o vândalo flagrado ou identificado pelos órgãos de segurança pública responderá pelo crime de “Dano Qualificado” – Art-163, do Código Penal. Na lei, o destaque para o Parágrafo Único III: “contra o patrimônio da União, de Estado, do Distrito Federal, de Município ou de autarquia, fundação pública, empresa pública, sociedade de economia mista ou empresa concessionária de serviços públicos;(Redação dada pela Lei nº 13.531, de 2017). A pena: detenção, de seis meses a três anos, e multa.

Denúncias
A DP de Guaporé coloca o WhatsApp à disposição para denúncias (54) 9.8409.8348.

Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM

Portal de Notícias Correio do Mate
Sandra Meotti

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.