GeralNotícias

Cotrijal e Apae de Passo Fundo apresentam o Viveiro de Cidadania

0
Tempo de leitura: 1 minuto

O projeto acolhe 20 usuários da Apae e os coloca no mercado de trabalho como funcionários da cooperativa, com o foco na produção de mudas de árvores.

Ser útil, mostrar que é possível superar as dificuldades e entregar um trabalho bonito e de qualidade. Esse é o sentimento de Júlio César Teixeira Amarante, 39 anos, que através da Cotrijal realizou o sonho de ingressar no mercado de trabalho. “Somos associados da cooperativa, temos a Cotrijal presente no nosso dia a dia na lavoura e agora realizando o nosso maior sonho, ver o ‘Julinho’ trabalhar e ganhar o seu próprio dinheiro”, conta Jussara, a mãe de Júlio.

Júlio sofre de paralisia cerebral e desde os primeiros anos de vida frequenta a Apae de Passo Fundo. A família de agricultores vive no interior de Coxilha e logo que o projeto Viveiro de Cidadania abriu espaço para receber os novos colaboradores, a ideia foi que Júlio participasse.

Mesmo com toda a dificuldade que tem na fala e nos movimentos, ele faz o possível para desempenhar as suas funções e vê no trabalho com as plantas uma forma de seguir a profissão do pai, Milton dos Santos Amarante, agricultor. “Agora, ainda mais, a Cotrijal faz parte da nossa família”, conclui Jussara, orgulhosa.

O Viveiro de Cidadania está repleto de outras histórias de desafios e conquistas. Do Paulo, da Bárbara, do Dionata, do Ronald e dos demais integrantes dessa nova família, apresentada pela Cotrijal para a comunidade de Passo Fundo nesta quarta-feira, 2/6, com a inauguração oficial do espaço.

O presidente da Cotrijal, Nei César Manica, lembrou que o projeto surgiu da ideia de reativar o trabalho com o viveiro que a cooperativa mantinha antigamente para produzir mudas para os associados. “Essas plantas estão sendo produzidas com um diferencial, muito carinho e amor, e, por isso, vão crescer mais fortes do que as plantas nativas que temos na região”, afirmou, agradecendo todos os parceiros do projeto.

Parceria para bons frutos

Em 2020, durante a Expodireto Cotrijal, foi assinado o termo de compromisso entre Cotrijal e Apae-PF, momento em que as obras de adequação da infraestrutura foram iniciadas. “Temos várias parcerias, porém, até então, nada foi tão empolgante do que este projeto, pois, dentre muitos outros benefícios, gera emprego para os nossos usuários em nosso próprio espaço”, disse a presidente da Apae, Maria do Carmo Ortolan Grazziotin.

“É uma iniciativa maravilhosa, que transforma as pessoas e a sociedade, e vamos procurar difundir nos demais municípios do Estado, para beneficiar os nossos 68 mil usuários”, completou o presidente da Federação das Apaes do RS, Afonso Tochetto.

O Viveiro de Cidadania conta com 20 colaboradores contratados pela Cotrijal, que desenvolvem atividades teóricas e pedagógicas sobre desenvolvimento sustentável, ecologia, educação ambiental, cidadania e cooperativismo, realizadas em parceria com o Sescoop/RS. “É um projeto exemplo para o Brasil, que trabalha o econômico, o social e o ambiental”, defendeu o presidente do Sistema Ocergs-Sescoop/RS, Vergilio Perius.

“É um projeto do qual temos muito orgulho, pois desenvolve também a cooperação. Uma ação capaz de motivar ainda mais a vida desses jovens e dessas famílias”, comentou o vice-presidente da Cotrijal, Enio Schroeder.

As atividades práticas envolvem semeadura, irrigação, poda e acondicionamento das plantas. Atualmente o viveiro conta com 10 mil mudas de eucalipto, ipê-roxo e amarelo, angico, pitanga e guajuvira.

Localização:
As atividades do Viveiro de Cidadania são realizadas no mesmo local onde a Apae de Passo Fundo atende aos seus usuários: Rua Bezerra de Menezes, 70, Vila Popular (PF).

  • Veja o vídeo de lançamento e inauguração do viveiro.
  • Para baixar o vídeo, acesse aqui.
  • Para visualizar e baixar os depoimentos dos representantes das entidades parceiras, clique aqui.
  • As fotos em alta resolução podem ser acessadas aqui.

Fonte: Assessoria de Imprensa e Marketing da Cotrijal 

Andressa de Oliveira

SERAFINA CORRÊA | Município segue imunizando a população, agora com pessoas acima dos 57 anos

Artigo anterior

Coopere com o Meio Ambiente todos os dias

Próximo artigo

Você também pode gostar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Mais Geral