Portal de Notícias Correio do Mate
GeralNotícias

Defesa Civil Municipal e Corpo de Bombeiros Militar colaboram na distribuição de água para produtores rurais em Guaporé

A estiagem que assola o Rio Grande do Sul há cerca de quatro meses (dezembro 2019 e janeiro, fevereiro e março 2020) está causando prejuízos incalculáveis para o setor primário

56Visualizações
Portal de Notícias Correio do Mate

A estiagem que assola o Rio Grande do Sul há cerca de quatro meses (dezembro 2019 e janeiro, fevereiro e março 2020) está causando prejuízos incalculáveis para o setor primário. Safras de milho (grão e silagem), soja, arroz, feijão, entre outras, como olerícolas e frutícolas, apresentam perdas de produtividade e, em na grande maioria das culturas, na qualidade do produto colhido. A produção leiteira também está afetada. A escassez de água, além de atingir as lavouras, preocupa os agricultores que buscam manter seus animais saudáveis e seus familiares. Em algumas localidades falta água potável para o consumo humano e é lá que entra o trabalho da Coordenadoria de Defesa Civil Municipal (COMPDEC), com apoio da Secretaria de Obras, e do Corpo de Bombeiros Militar (CB).
São estes que estão dão um suporte extremamente importante até que São Pedro resolva mandar chuva para a região. Na tarde da sexta-feira, dia 3 de abril, assim como tem acontecido diariamente, as equipes se deslocaram para os mais diversos pontos da zona rural para levar esperança aos produtores. Os bombeiros estiveram na Linha Segunda – Comunidade 28 onde distribuíram sete mil litros de água.
No total, segundo as planilhas da Defesa Civil e dos Bombeiros, são 13 famílias da zona rural que estão sendo atendidas com água para o consumo humano e para os animais no município. O monitoramento das famílias está sendo realizado pela Secretaria Municipal de Agricultura que é obrigada a informar o Governo Estadual da situação. Até o momento, conforme o coordenador da COMPDEC, Rafael Pissetti, foi distribuído cerca de 150 mil litros de água.
“Houve um aumento na distribuição nos últimos dias, visto a necessidade de água para os aviários, criadouros de porcos e outras instalações nas propriedades rurais. Estamos monitorando e intercalando a retirada de água em açudes e alguns mil litros na zona urbana. Nossa preocupação é com o interior, mas também não podemos prejudicar o abastecimento na área urbana”, disse Pissetti.

Chuva
Conforme os registros oficiais, durante os três primeiros meses do ano foram contabilizados 197 milímetros de chuva contra 422,3mm do mesmo período do ano passado. A diferença é de 225,3mm. Foram 78,5mm no mês de janeiro, 116mm em fevereiro e 2,5mm em março.

Fonte: Rádio Aurora 107.1 FM

Portal de Notícias Correio do Mate
Sandra Meotti

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.