DestaqueNotíciasPolítica

Eleitorado do Rio Grande do Sul tem novo canal de atendimento

0
Tempo de leitura: 1 minuto

O TRE-RS lançou na quarta-feira (29) a nova versão do seu “chatbot”, voltado à orientação dos eleitores até o dia das eleições.
O atendimento é feito pelo WhatsApp (51) 2312-2015 e funciona em conjunto com o “SOS Eleições” e o serviço “Tira Dúvidas Eleitoral” do Tribunal Superior Eleitoral – TSE, com a possibilidade de interação com servidores do TRE-RS, aptos a resolver questões que não possam ser atendidas pelo mecanismo de resposta automática. Isso inclui os casos que possuem pequenas divergências cadastrais, que impeçam a localização robotizada dos dados.

Foram priorizadas as questões mais comuns nos dias que antecedem a eleição, como a consulta ao número do título de eleitor, a situação eleitoral e os locais de votação.

Também há informações sobre como votar, justificar a ausência e também como encaminhar uma denúncia de irregularidade eleitoral às autoridades.

A expectativa é de que o robô consiga atender 90% das consultas realizadas sem necessidade de intervenção humana. Porém o atendimento humanizado estará disponível sempre que necessário.

Importante reforçar que o aplicativo e-Título é sempre a melhor alternativa para obtenção de dados sobre a situação do eleitor, servindo inclusive como documento para votar, se tiver foto da eleitora ou do eleitor.

 

Redação: Roberto Carlos Raymundo
Imagem: TSE
Supervisão: Jefferson Wilson
Coordenação: Cleber Moreira

 

Siga-nos no TwitterInstagrameTikTok

Curta nossa página oficial no Facebook

Inscreva-se em nosso canal no YouTube

Gemerson Rogerio Santos

Definidas urnas que serão auditadas no dia das eleições

Artigo anterior

Confira o que o eleitor precisa saber para ir às urnas neste domingo

Próximo artigo

Você também pode gostar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.