Portal de Notícias Correio do Mate
GeralNotícias

Empreendedores da economia criativa podem solicitar crédito emergencial do BRDE

Recursos são voltados para pequenas e médias empresas

159Visualizações
Portal de Notícias Correio do Mate

Em tempos de reclusão domiciliar, o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) criou um programa de apoio emergencial que contempla os empreendedores da economia criativa do Rio Grande do Sul. A inciativa, que tem o apoio da Secretaria da Cultura (Sedac), é voltada para o atendimento das demandas dos segmentos que sofrem os impactos negativos da pandemia da Covid-19.

Durante o período de quarentena, em função da redução do número de funcionários em atendimento presencial, os interessados devem fazer contato por meio do site www.brde.com.br, acessando “Solicitar financiamento” no menu superior. Lá estão disponíveis as informações para cadastramento dos pedidos de crédito e envio da documentação necessária.

O valor máximo por operação varia de R$ 50 mil (microcrédito), R$ 200 mil (micro e pequenas empresas) até R$ 1,5 milhão (para as demais empresas). O prazo de pagamento é de 60 meses, já incluída a carência que pode variar de seis a 24 meses. Importante destacar que a liberação dos recursos será facilitada, mas sempre condicionada à análise de crédito.

Atualmente, o Rio Grande do Sul registra mais de 48 mil microempreendedores individuais que atuam em áreas como artes cênicas, audiovisual, gastronomia, literatura, patrimônio, publicidade, artes visuais, ensino da cultura, design e moda, entre outras atividades. Os dados são de uma pesquisa desenvolvida pelo Departamento de Economia e Estatística (DEE/Seplag), divulgada no fim de 2019. O estudo, inédito, mostra que são mais de 130 mil os empregos formais neste segmento. O contingente é superior, por exemplo, aos postos de trabalho gerados na indústria calçadista ou pelo setor automobilístico.

“Com esta ação e a parceria da Sedac, o BRDE busca cumprir seu papel de banco de desenvolvimento, fornecendo apoio ao setor produtivo num momento de extrema necessidade para todos”, afirma o vice-presidente do banco, Luiz Corrêa Noronha.

Para a secretária da Cultura, Beatriz Araujo, o lançamento da linha de crédito demonstra que o BRDE reconhece a economia criativa como um setor fundamental para o desenvolvimento econômico do Estado. “Esta iniciativa vem ao encontro das necessidades da indústria criativa para manter os negócios funcionando”, diz.

Recupera Sul é a denominação do programa emergencial do BRDE que tem por objetivo proteger ou socorrer empresas dos principais setores afetados pela crise, com simplificação de processos, redução de taxas de juros e ampliação de prazos de carência. Além da economia criativa, são oferecidas condições especiais para outras áreas impactadas, como turismo, prestação de serviços e gastronomia.

Fonte: Governo do Estado

Portal de Notícias Correio do Mate
Sandra Meotti

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.