DestaqueNotíciasPolítica

ESPUMOSO | Situação difícil de resolver

0
Tempo de leitura: 1 minuto

O vereador Leonardo Comin (PP), foi autor de pedido de providências para que a Administração Municipal tome providências com ações rígidas com morador da Rua Leonardo Sefrin, no Bairro São Jorge que tem promovido acúmulo de lixo em frente a sua residência, mas inclusive depositando os entulhos na rua. A situação não apenas se repete mas se mantém há muito tempo salienta o vereador, e que tem causado indignação da vizinhança com o assunto.

Vereador Leonardo Comin (PP)

Em contato como a Secretaria de Saúde de Espumoso, a redação do Correio do Mate foi informada que é do conhecimento do setor público tal situação e que por várias vezes já foram tomadas providências, como retirada do lixo do local, orientação do morador para que a questão não se repita e inclusive levado ao conhecimento do Ministério Público. No entanto, parece que nada tem surtido efeito porque o próprio morador não faz questão de mudar nada e nem aceita a orientação de um possível tratamento de saúde para a possível causa, como transtorno acumulativo.

A casa é um verdadeiro depósito de lixo e tem sido o local onde o morador separa os materiais reciclados para venda posterior. A questão é que o local é inadequado, porque é residencial, e acaba não apenas sujando a rua, mas incomodando os vizinhos, além de colocar a própria saúde em risco, a saúde alheia, porque o acúmulo de lixo é passível de criadouro de ratos e insetos e outros transmissores de doenças. Pelas informações levantadas, não há uma decisão clara de que ser feito com o assunto, mas que o caminho mais resolutivo talvez seja através do Ministério Público e por consequência determinações judiciais com o caso.

Fotos feitas pelo vereador em frente a casa

Gemerson Rogerio Santos

ARVOREZINHA | Boletim Epidemiológico

Artigo anterior

GUAPORÉ | Aprovado projeto para custeio do projeto de engenharia para construção da ponte sobre o Rio Guaporé

Próximo artigo

Você também pode gostar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.