Portal de Notícias Correio do Mate
GeralNotícias

Estado distribui a municípios mais 135 mil testes rápidos para detecção de anticorpos do coronavírus

Leite disse que critérios de testagem são cientificamente estruturados para se ter uma visão correta do comportamento do vírus

144Visualizações
Portal de Notícias Correio do Mate

O governo do Estado distribuirá às prefeituras do Rio Grande do Sul, a partir desta semana, mais de 135 mil testes rápidos para detecção de anticorpos do coronavírus. Com a remessa, oriunda do Ministério da Saúde, o Estado se aproxima dos 250 mil testes rápidos entregues aos municípios. Dessa nova leva, 109,4 mil serão enviados aos municípios e 26,2 mil às Coordenadorias Regionais de Saúde.

“Nossos critérios de testagem sempre foram cientificamente estruturados para que tenhamos uma visão correta do comportamento do vírus”, explicou o governador Eduardo Leite, durante transmissão ao vivo pela internet nesta terça (12/5).

Essa é a terceira remessa de testes rápidos enviada aos municípios. Na primeira, foram mais de 25 mil, e na segunda, mais de 82 mil. “Esse reforço no número de testes permite que ampliemos os grupos de aplicação”, explicou o coordenador do Centro de Operações de Emergência da Secretaria da Saúde, Marcelo Vallandro.

As novas orientações preveem a ampliação dos grupos que poderão fazer os testes no Estado. Pessoas com mais de 50 anos, profissionais que trabalhem em veículos de transporte de cargas e no transporte coletivo de passageiros, trabalhadores de estabelecimentos de saúde e de vigilância em saúde, pessoas que residam com quem teve confirmação para Covid-19 (contactantes domiciliares) e população privada de liberdade serão alguns dos públicos atendidos. Locais onde forem identificados surtos de contaminação também terão a testagem ampliada.

Ainda nesta terça (12), a Secretaria da Saúde (SES) deve publicar uma nota informativa com o detalhamento dos protocolos de aplicação de testes.

Fonte: https://estado.rs.gov.br

Portal de Notícias Correio do Mate
Sandra Meotti

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.