Portal de Notícias Correio do Mate
NotíciasSaúde

Estado recebe R$ 34 milhões anuais para atendimentos de emergência

Aprovado pelo Ministério da Saúde nesta segunda-feira (21/12), o Plano de Ação Regional (PAR) da Rede de Urgência e Emergência das macrorregiões Vales e Norte do Rio Grande do Sul garante um repasse anual de R$ 34 milhões ao Estado

350Visualizações
Portal de Notícias Correio do Mate

Aprovado pelo Ministério da Saúde nesta segunda-feira (21/12), o Plano de Ação Regional (PAR) da Rede de Urgência e Emergência das macrorregiões Vales e Norte do Rio Grande do Sul garante um repasse anual de R$ 34 milhões ao Estado. O valor será um incentivo para os hospitais funcionarem como porta de entrada para urgências e emergências e para qualificar o serviço de leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) adulto e pediátrico, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

Serão beneficiados hospitais nos municípios de Cachoeira do Sul, Santa Cruz do Sul, Lajeado, Estrela, Venâncio Aires, Carazinho, Passo Fundo, Erechim, Palmeira das Missões, Três Passos, Tenente Portela e Frederico Westphalen. Os recursos serão repassados às instituições como um incremento ao custeio de serviços de alta e média complexidades (Teto MAC).

A secretária da Saúde, Arita Bergmann, ressalta que a estruturação dos Planos de Ação Regionais da Rede de Urgência e Emergência foi uma das prioridades na área da saúde desde o início da gestão estadual. “Trouxemos essa experiência bem-sucedida do trabalho que realizamos em Pelotas em anos anteriores”, explicou a secretária.

De acordo com a coordenadora estadual de Urgências e Emergências, Marly Moraes Lima, o PAR é um planejamento estratégico que prevê a estrutura e o funcionamento do atendimento de urgência em cada uma das sete macrorregionais do Estado. Essa é a primeira vez que as macrorregiões Vales e Norte têm o documento aprovado. O único Plano de Ação Regional que ainda falta ser aprovado pelo Ministério da Saúde é da macrorregião Missioneira.

Todos os serviços contemplados já estão em funcionamento, mas os hospitais receberão mais do governo Federal para prestar estes serviços. Os recursos também servirão para desonerar o Tesouro do Estado.

Os hospitais beneficiados e valores:

HOSPITAL DE CARIDADE, DE CACHOEIRA DO SUL
• Porta de Entrada Tipo I – R$ 200.000,00/mês ou R$ 2.400.000,00/ano
• Qualificação de 6 leitos de UTI adulto tipo II – R$ 633.242,88/ano

HOSPITAL SANTA CRUZ, DE SANTA CRUZ DO SUL
• Porta de Entrada Tipo I – R$ 200.000,00/mês ou R$ 2.400.000,00/ano
• Qualificação de 6 leitos de UTI adulto tipo III – R$ 574.290,27/ano

HOSPITAL ANA NERY, DE SANTA CRUZ DO SUL
• Qualificação de 3 leitos de UTI adulto tipo II – R$ 316.621,44/ano

HOSPITAL BRUNO BORN, DE LAJEADO
• Porta de Entrada Tipo I – R$ 200.000,00/mês ou R$ 2.400.000,00/ano
• Qualificação de 2 leitos de UTI pediátrica tipo II – R$ 211.080,96/ano

HOSPITAL DE ESTRELA
• Porta de Entrada Geral – R$ 100.000,00/mês ou R$ 1.200.000,00/ano
• Qualificação de 6 leitos de UTI adulto tipo II – R$ 633.242,88/ano

HOSPITAL SÃO SEBASTIÃO MÁRTIR, DE VENÂNCIO AIRES
• Qualificação de 7 leitos de UTI adulto tipo II – R$ 738.783,36/ano

HOSPITAL DE CARIDADE, DE CARAZINHO
• Qualificação de 5 leitos de UTI adulto tipo II – R$ 527.702,40/ano

HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PASSO FUNDO
• Porta de Entrada Tipo II – R$ 300.000,00/mês ou R$ 3.600.000,00/ano
• Qualificação de 10 leitos de UTI adulto tipo II – R$ 1.055.404,80/ano

HOSPITAL SÃO VICENTE DE PAULO, DE PASSO FUNDO
• Porta de Entrada Tipo II – R$ 300.000,00/mês ou R$ 3.600.000,00/ano
• Qualificação de 15 leitos de UTI adulto tipo II – R$ 1.583.107,20/ano
• Qualificação de 5 leitos de UTI pediátrica tipo II – R$ 527.702,40/ano

HOSPITAL SANTA TEREZINHA, DE ERECHIM
• Porta de Entrada Tipo I – R$ 200.000,00/mês ou R$ 2.400.000,00/ano
• Qualificação de 9 leitos de UTI adulto tipo II – R$ 949.864,32/ano

HOSPITAL DE CARIDADE DE PALMEIRA DAS MISSÕES
• Porta de Entrada Geral – R$ 100.000,00/mês ou R$ 1.200.000,00/ano

HOSPITAL DE CARIDADE, DE TRÊS PASSOS
• Porta de Entrada Tipo I – R$ 200.000,00/mês ou R$ 2.400.000,00/ano
• Qualificação de 8 leitos de UTI adulto tipo II – R$ 844.323,84/ano

HOSPITAL DIVINA PROVIDÊNCIA, DE FREDERICO WESTPHALEN
• Porta de Entrada Geral – R$ 100.000,00/mês ou R$ 1.200.000,00/ano
• Qualificação de 6 leitos de UTI adulto tipo II – R$ 633.242,88/ano

HOSPITAL SANTO ANTÔNIO, DE TENENTE PORTELA
• Qualificação de 6 leitos de UTI adulto tipo II – R$ 633.242,88/ano

Texto: Ascom SES
Edição: Secom

Portal de Notícias Correio do Mate
Sandra Meotti

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.