GeralNotícias

Famurs debate o atual cenário político e econômico nacional com o Flávio Dino e Geraldo Alckmin

0
Tempo de leitura: 1 minuto

Para debater as condições políticas e econômicas no cenário nacional à espera dos novos governantes municipais, a Famurs realizou nesta segunda-feira (28/9) o terceiro encontro do “Ciclo de Grandes Debates sobre o Municipalismo e Desafios da Gestão nos Novos Tempos”. O projeto recebe patrocínio do BRDE e apoio do Serpro e da Confederação Nacional de Municípios (CNM).

Durante a abertura do evento, o presidente da Famurs e prefeito de Taquari, Maneco Hassen, destacou a importância de promover um espaço para debater as futuras ações dos gestores e da sociedade. “Nossa intenção com estes encontros é dialogar, debater, provocar e fomentar em cada um de nós o que iremos fazer, qual será nossa conduta, como será o nosso país, estado e município, o que vai acontecer com a nossa vida depois dessa pandemia. E nada melhor do que dialogar com pessoas qualificadas e, além disso, que influenciam as decisões que o nosso país está tomando e irá tomar pós-pandemia”, avaliou Maneco.

O primeiro convidado para o debate foi o advogado, professor, ex-juiz federal e atual governador do Estado do Maranhão, Flávio Dino. Em sua fala, o governador chamou atenção para o descontrole cambial, que gera desequilíbrio em diversos setores econômicos, e da perda de confiança e desorientação dos indicadores macroeconômicos. “É importante entender, na sua dimensão, a depreciação dos indicadores sociais e econômicos que nós estamos assistindo progressivamente. Se não houver urgentemente uma correção de rumos, os efeitos serão dramáticos do ponto de vista econômico e social no nosso país, atingindo, inclusive, gestores municipais e estaduais”. Dino entende que, para haver mudanças, é preciso, em primeiro lugar, diálogo entre os entes federativos; rever a centralidade das políticas sociais, tendo em vista que o desemprego está em ascensão; e a necessidade uma política de desenvolvimento, para geração de novos empregos.

O médico e ex-governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, também foi convidado para o painel. O ex-gestor estadual chamou atenção ao fato de que o Brasil foi o país que mais cresceu economicamente da década de 1930 a 1970, mas que desde a década de 1980 tem tido um crescimento ínfimo, não sendo compatível para um país em desenvolvimento. “Quando fui candidato à presidência da República falei da agenda de competitividade: nós precisamos agir nas causas e não nos efeitos. É preciso uma agenda de competitividade, para tornar o custo do dinheiro mais barato”, justificou.

As perguntas do debate desta noite ficaram por conta de jornalistas da imprensa gaúcha. Participaram do painel, através de perguntas enviadas por vídeo, a editora-geral de política do Correio do Povo, Mauren Xavier; o jornalista do Grupo Sinos, Cláudio Brito; o repórter do Grupo RBS, Paulo Egídio; o colunista do Grupo RBS, Tulio Milman; a editora de política do Jornal do Comércio, Paula Coutinho; e a editora do site do Jornal do Comércio, Patrícia Comunello.

Acompanhe na íntegra o Ciclo de Grandes Debates sobre as condições políticas e econômicas no cenário nacional à espera dos novos governantes municipais:

https://www.youtube.com/watch?v=WAU6FJcJRvw

Fonte: FAMURS

Sandra Meotti

Políticas públicas para a agroindústria familiar em debate na Expointer Digital 2020

Artigo anterior

Começa amanhã, 30, o pagamento da extensão do auxílio emergencial

Próximo artigo

Você também pode gostar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Mais Geral