Portal de Notícias Correio do Mate
GeralNotícias

Famurs propõe decreto único para Estado e municípios

Na manhã desta sexta-feira, uma vídeo-conferência vai reunir o governador Eduardo Leite, o presidente da Famurs, Dudu Freire, e os prefeitos que presidem as 27 associações regionais do Rio Grande do Sul

89Visualizações
Portal de Notícias Correio do Mate

Na manhã desta sexta-feira, uma vídeo-conferência vai reunir o governador Eduardo Leite, o presidente da Famurs, Dudu Freire, e os prefeitos que presidem as 27 associações regionais do Rio Grande do Sul. No encontro virtual, a Famurs vai propor que o Estado e os 497 municípios gaúchos tenham um único decreto para reger as medidas de prevenção e combate à Covid-19.

Para o presidente da Famurs e prefeito de Palmeira das Missões, Dudu Freire, a medida é fundamental no enfrentamento à pandemia, para que se tenha um ambiente mais seguro juridicamente, proporcionando mais estabilidade e clareza nas relações entre particulares, governo estadual e Municípios, diminuindo as tensões sociais.

Dudu salienta ainda que cabe ao governador a definição de regras uniformes para todos os municípios, definindo os serviços que deverão ou não funcionar e de que maneira: “quem tem que ditar as regras é o governo do Estado, pois é ele que detém as informações técnicas sobre a pandemia e também o balanço dos prejuízos econômicos”, afirmou o presidente.

Já o vice-presidente da entidade e prefeito de Taquari, Maneco Hassen, ressalta que o Governador deve liderar os prefeitos neste momento: “O governador é o líder. Nosso guia nesse momento tão difícil. Os prefeitos só querem proteger a sua população. Por isso, quem pode nos dizer o melhor a fazer nesse momento, é quem tem os dados técnicos, ou seja, a secretaria estadual da saúde”, finalizou Maneco.

Portal de Notícias Correio do Mate
Sandra Meotti

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.