GeralNotícias

GUAPORÉ | CDL encaminha carta solicitando reabertura do comércio aos finais de semana

0
Tempo de leitura: 1 minuto
A retomada do sistema de cogestão no Rio Grande do Sul, após 21 dias sem a possibilidade de setores econômicos permanecerem com suas atividades normais de atendimento ao público em virtude das medidas restritivas do mapa do Distanciamento Controlado colocar todo o território gaúcho em área de altíssimo risco de contágio ao coronavírus (Covid-19), movimentou as ruas e trouxe esperanças para empresário e trabalhadores do comércio “não essencial”, prestadores de serviço, academias e espaços esportivos.
Mesmo com menor flexibilidade nos horários para o atendimento, principalmente aos finais de tarde, as mudanças foram comemoradas, exceto uma: a impossibilidade de abrir os estabelecimentos aos sábados e domingos. A medida provocou indignação das entidades de classe, inclusive da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), de Guaporé. A diretoria, através da presidente Gládis Bósio Zanette, encaminhou um ofício ao Poder Executivo solicitando empenho para que, junto com a Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne) e Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), possam reverter a decisão do Governo Estadual.
“… para que sensibilizem o Sr. Governador da necessidade da abertura do comércio, aos sábados, com todos os cuidados e recomendações já tornadas públicas. É sabido que em situação de normalidade, nosso comércio não opera em situação de aglomeração de pessoas, que ao natural diante dessa epidemia, redobrará os cuidados necessários”, destaca parte da carta.
Em outro trecho, a CDL afirma que todos os associados irão aumentar seus esforços para a conquista deste direito de trabalhar aos sábados.
“Na certeza que Vossa Senhoria sempre foi um aliado do comércio, não medirá seus esforços no sentido de lutar para que o pleito dos lojistas e da comunidade sejam concretizados”.
Conforme o decreto do Governo Estadual, o comércio e serviços essenciais podem receber clientes, com restrições de distanciamento, de segunda a sexta-feira das 5h às 20h. Após esse horário e aos sábados, domingos e feriados somente através do sistema delivery (ação de entregar, de levar compras até ao endereço indicado). As medidas também atingem restaurantes, bares, lanchonetes e serviços de higiene.
Em resposta
O prefeito Valdir Carlos Fabris, em resposta a entidade, disse estar gestionando junto a Amesne, juntamente com os demais chefes dos Poderes Executivo, a reivindicação da classe empresarial. A abertura do comércio aos finais de semana, dentro das normas de segurança, é salutar e evitaria aglomerações durante os cinco dias permitidos da semana.
Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Andressa de Oliveira

UNIÃO DA SERRA | Em continuidade a semana de aniversário de Emancipação Política do Município vai trazer histórias “da nossa gente”

Artigo anterior

SOLEDADE | Após 32 dias internado morador do município recebe alta do Hospital de Caridade Frei Clemente

Próximo artigo

Você também pode gostar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Mais Geral