GeralNotícias

GUAPORÉ | Presidente da CIC reúne-se com o Chefe do Poder Executivo

0
Tempo de leitura: 1 minuto
Na pauta, Edmílson N. Zortéa manifestou precaução com o aumento expressivo dos casos da Covid-19 e o futuro da economia, em especial dos associados da entidade
Com objetivo de apresentar algumas preocupações dos associados da Câmara da Indústria, Comércio, Agronegócios e Serviços (CIC), de Guaporé, quanto ao aumento no número de casos positivados para o coronavírus (Covid-19), as internações no Hospital Manoel Francisco Guerreiro e o futuro da economia, o presidente Edmílson Norberto Zortéa esteve reunido com o Chefe do Poder Executivo, Valdir Carlos Fabris. O encontro aconteceu no gabinete do prefeito.
Zortéa afirmou que, embora a maioria dos associados da entidade de classe sejam do setor industrial (este podendo trabalhar com 75% de seus colaboradores), com a impossibilidade de muitos estabelecimentos comerciais não poderem abrir suas portas, a demanda na produção diminui. Além do comércio, muitos associados fazem parte do setor de serviços e, parte deles, também está impossibilitado de trabalhar.
“Não se trata exclusivamente de debater saúde versus economia, mas sim, de apresentar soluções e alternativas para que ambas se recuperem deste cenário preocupante que estamos passando”, disse Zortéa.
Durante a conversa, o presidente da CIC relatou que o setor industrial está com problemas para o recebimento de insumos, ou seja, a matéria-prima está em escassez e com dificuldades para chegar ao destino final.
“Isso ocasiona dificuldades para produzir as mercadorias e entregar os pedidos”, salientou.
Segundo Zortéa, o prefeito Fabris afirmou que vem batalhando junto à Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne) para que encontre-se para que haja equilíbrio entre a saúde e a economia. Busca também a volta da cogestão para flexibilizar as regras dos decretos publicados pelo Governo Estadual e a saúde financeira das empresas.
“Paralelo a este trabalho incansável, através do Consórcio de Municípios, estamos viabilizando a compra de vacinas para agilizar a imunização dos munícipes”, disse Fabris.
Zortéa afirma que o posicionamento da CIC é para a manutenção da atividade econômica, porém, com o respeito aos protocolos sanitários e de segurança.
“Ressaltamos a importância de se ter uma postura social responsável, através do cumprimento das medidas sanitárias, como a utilização de máscara, álcool em gel, evitar aglomerações e o monitoramento da quantidade de pessoas dentro dos estabelecimentos comerciais. Colocamos a entidade à disposição do Poder Público para que juntos possamos buscar alternativas para que o quadro se normalize. Precisamos de vacina para recuperar a saúde das pessoas e a saúde financeira das empresas”, disse o presidente da CIC.
FONTE: Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Andressa de Oliveira

Nova lei do trânsito começa a valer em abril e altera regras para Carteira de Motorista

Artigo anterior

SERAFINA CORRÊA | Universidade Aberta do Brasil oferta especialização em Gestão Pública

Próximo artigo

Você também pode gostar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Mais Geral