Notícias

GUAPORÉ | Vereadores aprovam cedência de ambulância ao Hospital Manoel Francisco Guerreiro

0
Tempo de leitura: 1 minuto
A fria noite da segunda-feira, dia 19 de julho, resumia-se somente à condição climática em Guaporé. No plenário Roberto Baldasso da Câmara Municipal de Vereadores o clima era bem diferente. Os representantes do povo, durante quase duas horas, apresentaram requerimentos escritos e verbais para a Mesa Diretora, apreciaram quatro projetos de Lei, Legislativa e Sugestão, debateram assuntos de interesse e, em determinado momento, uma pequena discussão, mais de cunho pessoal do que político, alterou os ânimos de Ari Paesi (MDB) e Jader Dalla Costa (PP).
Durante as explicações pessoais, o vereador Alessandro Eduardo De Almeida (PTB) comunicou, de forma pública e já de conhecimento dos colegas, que havia se desligado da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI). O motivo, conforme o petebista, é regimentar.
“Em virtude da CPI estar, após o afastamento do vereador Jonas Agosti (MDB), com quatro integrantes e não há como ter sequência nos trabalhos visto que é obrigatório ter um número ímpar, solicitei ao presidente Jader minha saída. Se houver a necessidade de retorno, com a aceitação de outro vereador para fazer parte da CPI do Lixo, volto sem problema algum”, disse.
O presidente da CPI informou que foram convidados os vereadores Ari Paesi, Gilson Daí Pra (PDT) e Pato (PP), porém, todos recusaram o ingresso para analisar os supostos crimes contra a Administração Pública na contratação dos serviços de coleta de resíduos no Município.
Projetos
Todos os projetos que estavam na ordem do dia e o incluso por acordo de lideranças foram aprovados por unanimidade. Foram apreciados três de Lei, encaminhados pelo Executivo, e um de Lei Legislativa. Este, de n.º 007/2021, faz denominação de rua no Distrito Industrial, localizado às margens da rodovia ERS-129. A Avenida Marginal, com extensão de 790 metros, passa a se chamar “Rua das Indústrias”.
Projeto de Lei 40/2021 autoriza o Município locar 20 carneiras do Cemitério Público Municipal. Conforme o Código Tributário o aluguel é pelo período de cinco anos e o valor a ser desembolsado fica em R$ 301,45, incluindo a abertura de carneiras e jazigos. O 43/2021 abre crédito no valor de R$ 35,4 mil visando propiciar a transferência de veículo da Secretaria de Educação para a pasta do Turismo, Cultura e Esporte.
O projeto 44/2021 autoriza o Município a ceder um veículo, pelo período de cinco anos e com possibilidade de prorrogação, para as atividades do Hospital Manoel Francisco Guerreiro. Será repassada uma ambulância Fiat/Ducato Maxicargo, com equipamentos pertences à transformação e características de urgência e emergência (armários, iluminação e demais itens ligados). Após a cedência, todos os encargos, manutenção e conservação do veículo estará sob responsabilidade da administração da Casa de Saúde.
28ª sessão
Os parlamentares retornam ao plenário Roberto Baldasso na segunda-feira, dia 26 de julho, para mais uma sessão ordinária. É importante que os munícipes, que pretendem acompanhar os trabalhos “in loco”, respeitem os protocolos sanitários. A utilização de máscara durante toda a atividade e dentro da Casa do Povo é obrigatória, bem como a manutenção do distanciamento pessoal ao ocupar as cadeiras no plenário. Todas estão demarcadas. O Poder Legislativo disponibiliza álcool em gel para higienização das mãos na entrada, além de máscara para quem, por ventura, esqueceu.
Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Andressa de Oliveira

Estado anuncia municípios que mais vacinaram contra a covid-19 no RS

Artigo anterior

Produtores devem ficar atentos e proteger o rebanho da raiva herbívora

Próximo artigo

Você também pode gostar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.