NotíciasSaúde

Hospitais gaúchos recebem R$ 31 milhões de emendas parlamentares

0
Tempo de leitura: 1 minuto

O governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde (SES), autorizou a transferência de recursos de emendas parlamentares federais a hospitais gaúchos. O detalhamento da decisão consta na Portaria 618/2020, da SES. Mais de R$ 31 milhões do Fundo Estadual de Saúde serão distribuídos entre cem hospitais do Rio Grande do Sul.

Entre as instituições que receberam os maiores valores estão, por exemplo, o Hospital de Clínicas de Passo Fundo (R$ 2,16 milhões), o Hospital São Vicente de Paulo, também de Passo Fundo (cerca de R$ 3 milhões), o Hospital Santo Ângelo (R$ 2 milhões) e o Hospital Regional de Santa Maria (R$ 1,7 milhão).

“Agradecemos aos nossos deputados federais e senadores que foram parceiros importantes para aportar esses recursos para nossos hospitais, assim como nossos deputados estaduais, que também tiveram papel importante aportando recursos e direcionando tudo que fosse possível dentro da Assembleia para o combate ao coronavírus”, reforçou o governador Eduardo Leite, durante transmissão ao vivo pelas redes sociais nesta quinta-feira (24/9).

Outros R$ 43,4 milhões, também oriundos de emendas parlamentares da bancada gaúcha, já foram repassados em junho a 111 hospitais. No total, os parlamentares federais destinaram R$ 99,3 milhões em emendas voltadas ao combate à Covid-19.

Acesse a portaria e a lista completa de instituições beneficiadas aqui.

Sandra Meotti

Serafina Corrêa: Prestação de Contas do exercício de 2018 está na Câmara

Artigo anterior

Estado repassa R$ 43 milhões para programas de saúde de municípios gaúchos

Próximo artigo

Você também pode gostar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.