Portal de Notícias Correio do Mate
Polícia

Jovem é morto a tiros no “Beco do Tarzan” em Guaporé

O crime, que deixou moradores assustados no conhecido “Beco do Tarzan”, aconteceu na quarta-feira, dia 8 de janeiro

527Visualizações
Portal de Notícias Correio do Mate

Oito dias e aproximadamente 21 horas. Esse foi o tempo necessário para que os órgãos de segurança pública (Brigada Militar e Polícia Civil), de Guaporé, registrassem o primeiro assassinato do ano. A vítima: um jovem, de 26 anos, morto a tiros. O crime, que deixou moradores assustados no conhecido “Beco do Tarzan”, aconteceu na quarta-feira, dia 8 de janeiro, na entrada de uma reciclagem na rua São Domingos, n.º 28, bairro Nossa Senhora do Carmo (Pinheirinho). O local tem intensa movimentação ao longo do dia, visto o trabalho realizado pelos recicladores.
Conforme moradores das proximidades, Josiel Carlos Cardoso Claus, 26 anos, estava escorado em um portão que dá acesso para a reciclagem quando, por motivos ignorados, foi alvejado por diversos disparos de arma de fogo. Foram ouvidos seis barulhos. Três deles acertaram a região do peito da vítima. Outros passaram próximo e por detalhes não acertaram pessoas, inclusive crianças, que brincavam nas residências e na via urbana. Um culto acontecia a poucos metros. Capsulas, provavelmente de pistola 9mm ou de outro calibre, foram recolhidas por populares no chão.
“Ouvimos barulhos. Pareciam tiros. Não deu para ver nada, estava escuro. Nos assustamos e corremos para dentro de casa.”, disse uma moradora que preferiu o anonimato.
Um homem, que reside nas proximidades, afirmou que os disparos partiram do lado de dentro do portão.
“Ele (Josiel) estava escorado fumando um cigarro e bebendo quando foi baleado. Foi muito rápido e, pelo que percebemos, os disparos partiram de lá (apontando em direção ao portão). Uma pena o que aconteceu. O guri trabalha na reciclagem, mas escolheu esse caminho né”, disse, referindo-se ao fato do jovem ser usuário de drogas e, para alimentar o vício, praticava diversos furtos.
Policiais do 4º Pelotão da Brigada Militar (BM), de Guaporé, foram informados dos disparos pela Central de Operações (Telefone 190). O comunicante destacou que Claus havia sido alvejado e conduzido ao Hospital Manoel Francisco Guerreiro por populares. O jovem foi atendido pela equipe médica, mas não resistiu aos ferimentos ao longo do procedimento cirúrgico. Foram três as perfurações que atingiram a região torácica e abdominal.
Agentes da Delegacia de Polícia Civil (DP), de Guaporé, coordenados pelo delegado Norberto Rodrigues (substituto), deram início às investigações do primeiro assassinato registrado na cidade em 2020. Não há informações sobre a autoria dos disparos que vitimaram Claus. O corpo do jovem foi encaminhado para o Departamento Médico Legal (DML).

Dados da criminalidade
A Secretaria Estadual da Segurança Pública (SSP-RS) deve divulgar oficialmente os números da criminalidade em 2019 nos 497 municípios gaúchos nos próximos dias. Em Guaporé, conforme levantamento da Rádio Aurora, cinco pessoas foram mortas (homicídios) no ano passado. Foram quatro crimes, um deles com duas vítimas, registrados pelas autoridades: dois no bairro Nossa Senhora do Carmo (Pinheirinho), um na Linha Três de Maio (Brítola) e um no Conceição. Todos eles com desfecho positivo por parte da Polícia Civil (PC) e criminosos presos. Em 2018, três pessoas foram mortas.

Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Rede Scalabriniana de Comunicação
Texto: Eduardo Cover Godinho
Foto: Ilustração

Portal de Notícias Correio do Mate
Gemerson Rogerio Santos

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.