Portal de Notícias Correio do Mate
GeralNotícias

LGF reúne equipes e projeta Liga Gaúcha 2 para o segundo semestre

A esperança de dias melhores no salonismo do Rio Grande do Sul é a “água que está movendo a engrenagem” da Liga Gaúcha de Futsal (LGF) e dos representantes das cerca de 100 entidades associadas

133Visualizações
Portal de Notícias Correio do Mate

A esperança de dias melhores no salonismo do Rio Grande do Sul é a “água que está movendo a engrenagem” da Liga Gaúcha de Futsal (LGF) e dos representantes das cerca de 100 entidades associadas. Num momento de muitas incertezas quanto ao futuro da modalidade esportiva para o restante da temporada 2020, uma reunião, através de videoconferência realizada na quinta-feira, dia 23 de abril, envolvendo o presidente da LGF, Nelson Bavier (Nelsinho), gestor Everson Bittencourt e diretor de marketing Alex Hermann, e presidentes/diretores das 16 equipes aptas para a disputa da Liga Gaúcha 2, trouxe um novo ânimo e boas perspectivas para a modalidade.
A reunião virtual teve como principais objetivos colocar em plano aberto as pretensões da direção da LGF para temporada e ouvir as necessidades dos clubes. Todos estão com atividades paralisadas em virtude da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e não há perspectiva de retorno às quadras para os treinamentos.
“Apesar do tempo estendido (3h) a reunião foi muito prazerosa e proveitosa. Conseguimos, junto ao presidente Nelsinho e o diretor Alex, apresentar alguns pontos da LGF e, principalmente, colhemos informações sobre as necessidades e a realidade vivida por cada associado que disputará a Liga Gaúcha 2. Debatemos os passos que pretendemos seguir e agregamos ideias de todos para que possamos ter sucesso no restante da temporada”, disse Bittencourt.
O gestor da LGF afirma que nada ficou definido.

A competição, marcada para iniciar no mês de maio, deverá ficar para o segundo semestre. A expectativa é que a bola role nas quadras sob mando do Cerro Largo Futsal (Cerro Largo), ABELC (Boa Vista do Buricá), AFSJI (Ijuí), Cometa Futsal (Rodeio Bonito), ANBF (Novo Barreiro), OMF (Carazinho), AVF (Vacaria), Ibira Futsal (Ibiraiaras), XV de Novembro (Vila Maria), Sercca (Casca), ASF (Serafina Corrêa), Real Alegrete Futsal (Alegrete), Nadas Branco (Rio Pardo), Cruzeiro Futsal (Canguçu) e Pelotas Futsal (Pelotas), no mês de julho. Porém, tudo dependerá dos posicionamentos dos órgãos de saúde (OMS/Ministério e Secretaria Estadual) quanto ao retorno das atividades esportivas.
“Estamos montando uma estratégia, em comum acordo com os clubes, para o segundo semestre. Mas, dependemos de outros fatores que não cabem à nós da Liga Gaúcha de Futsal e sim, aos órgãos de saúde e governos. Não seremos imprudentes em taxarmos uma data de início. Acreditamos que eventos com aglomerações serão os últimos a serem liberados. Corremos o risco da liberação dos jogos serem possíveis somente com portões fechados e desta forma não há como os clubes se manterem. Os presidentes, durante a reunião virtual, relataram perdas de patrocinadores, sócios torcedores e, consequentemente ocorre a queda de receita. Monitoraremos a situação e estamos ao lado das equipes”, afirmou o gestor.
Uma nova reunião virtual está prevista para os próximos dias. Ainda não há uma data para o encontro e as definições que nortearão o restante da temporada de competições da LGF. Por enquanto, a “água continua a mover a engrenagem da apaixonante máquina chamada futsal” e alimentar a esperança nos corações dos dirigentes, integrantes de comissões técnicas, jogadores e dos milhares de torcedores espalhados pelo Rio Grande.

Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM

Portal de Notícias Correio do Mate
Sandra Meotti

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.