Portal de Notícias Correio do Mate
GeralNotícias

SOLEDADE | Marilda Borges Corbelini projeta suas ações a frente da presidência da Amasbi

Uma das primeiras providências é debater junto ao Governo do Estado os valores das alíquotas referentes aos tributos estaduais

28Visualizações
Portal de Notícias Correio do Mate

Recentemente eleita por unanimidades dos colegas prefeitos, Marilda Borges Corbelini já projeta as ações de seu mandato frente a Associação dos Municípios do Alto da Serra do Botucaraí (Amasbi). Ela que afirma manter uma gestão compartilhada, ouvindo a todos, garante que o foco será trabalhar pelo desenvolvimento da região.

Uma das primeiras condutas é estabelecer um debate junto ao Governo do Estado relativo aos valores das alíquotas dos tributos estaduais. A proposta prevê redução do retorno dos impostos para os municípios, afetando principalmente o setor primário. “Se pegarmos Soledade como exemplo, vamos perder na casa de R$ 5 milhões, comprometendo as receitas do município”, assinala.

Marilda pontua que toda a região será prejudicada, já que tem característica essencialmente agrícola. “Pedimos para cada um dos prefeitos fazerem um levantamento individualizado das perdas em suas cidades para que possamos formatar um documento para enviar a Famurs e tentarmos rever estes valores”, garante.

Também pontua que vai manter um diálogo permanente com todo o grupo, para ter um levantamento das prioridades de cada município. “Nossa proposta é que possamos sair da linha da pobreza e que com planejamento a região encontre saídas para melhorar as condições econômicas”, observa a presidente.

Por fim, diz que o canal estará sempre aberto para acolher as demandas que forem surgindo dos municípios que compõe a Amasbi. “Acredito que se trata de um trabalho conjunto, discutindo, debatendo e propondo vamos poder, cada vez mais, melhorar as condições dos municípios da nossa região”, conclui.

fonte: Portal ClicSoledade

Portal de Notícias Correio do Mate
Andressa de Oliveira

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.