Portal de Notícias Correio do Mate
GeralNotícias

Ministra Tereza Cristina pretende levar expertise da Dália Alimentos a demais estados brasileiros

Objetivo da viagem a Brasília foi detalhar Projeto de Produção Integrada Leiteira e de Frangos da Dália, considerado uma nova e moderna concepção de incentivo à produção agropecuária

109Visualizações
Portal de Notícias Correio do Mate

A convite da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Teresa Cristina, o presidente Executivo da Cooperativa Dália Alimentos, Carlos Alberto de Figueiredo Freitas e o assessor jurídico, Reinaldo Cornelli, estiveram em Brasília nos dias 18 e 19 de fevereiro. O objetivo foi detalhar à titular do ministério e à sua equipe técnica o Projeto de Produção Integrada Leiteira e de Frangos da Dália Alimentos, considerado uma nova e moderna concepção de incentivo à produção agropecuária para pequenas propriedades rurais.

Tereza Cristina, assim como outras autoridades que conheceram o Programa Parceria Leiteiro, entendeu que se trata de um arranjo eficiente de produção para a viabilização de pequenos produtores rurais. Por ocasião de sua estada em Arroio do Meio, durante a inauguração do Complexo Avícola, em dezembro de 2019, acompanhada do deputado federal Alceu Moreira – também entusiasta do programa e viabilizador da vinda da ministra à inauguração e da agenda na capital federal – a ministra visitou uma das quatro granjas leiteiras de produção associativa com ordenha robotizada e enfatizou que “o programa deveria servir de modelo para o país por ser um arranjo produtivo diferente, inclusivo, com tecnologia de ponta e que oportuniza o desenvolvimento dos pequenos produtores rurais”.

Detalhado o programa, Freitas recebeu dois pedidos da ministra: o primeiro, para que a Dália Alimentos conceda o modelo para conhecimento do Governo Federal, permitindo sua aplicação em outros estados do país e o segundo que a Dália se instale em outros estados brasileiros, para adotar esse programa, pois entende que o cooperativismo praticado pela cooperativa gaúcha é moderno, eficiente e apresenta excelentes resultados socioeconômicos. Por isso, propôs a estruturação de dois projetos pilotos, sendo um no Nordeste e outro no estado do Mato Grosso.

Além disso, também propôs à Dália a estruturação de uma equipe técnica de consultoria para a elaboração de projetos que o MAPA tenciona estimular em outros estados, bem como permitir a vinda de técnicos do ministério, de produtores e outras cooperativas para conhecerem o programa de produção e motivá-los a adotar o sistema de parceria leiteira.

Segundo Freitas, “o assunto será analisado e avaliado pelo Conselho de Administração, pois a intenção da Dália é colaborar com ações que promovam o desenvolvimento do país e, se essa for a intenção do MAPA, a cooperativa certamente auxiliará da busca de soluções para a viabilização das pequenas propriedades”.

Reunião-almoço na OCB

Freitas e Cornelli também participaram de uma reunião-almoço na Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), acompanhados pelo deputado federal, Alceu Moreira, pelo senador, Luis Carlos Heinze e pelo presidente da Frente Parlamentar do Cooperativismo (Frencoop), deputado Evair de Melo. Na oportunidade ouviram o cientista político da Eurásia, Christopher Garman, que falou sobre as projeções políticas e econômicas para o Brasil e outros países com base em cenários resultantes de pesquisas. Após, deputados e senadores integrantes da Frencoop realizaram um amplo debate, externando opiniões diversas sobre o futuro do país e os diversos caminhos para o efetivo desenvolvimento.

De acordo com Moreira, a última eleição mudou a maneira como o Poder Executivo relaciona-se com o Executivo, extinguindo o presidencialismo de coalização e a troca de favores para garantir a governabilidade, porém, sem definição, ainda, de um novo modelo que substitua o anterior e, por isso, a dificuldade no processo das reformas. O que existe é o apoio de uma base, que consiste em um grupo chamado “Brasil que dá Certo”, do qual fazem parte Moreira e Heinze, interessados na aprovação de pautas positivas para o país, independentemente de interesses políticos e partidários.

“Assim, sempre que matérias importantes para o país são apresentadas para votação, obtêm maioria, pois contam com o apoio desse grupo. A sociedade organizada precisa pressionar a Câmara e o Senado para a votação das reformas que interessam aos brasileiros que almejam o desenvolvimento econômico do país”. O assunto, de acordo com Freitas, foi significativo, pois foi possível compreender melhor onde as cadeias produtivas podem colaborar para esse desenvolvimento.

Fonte: Assessoria de Imprensa Cooperativa Dália Alimentos

Portal de Notícias Correio do Mate
Sandra Meotti

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.