Portal de Notícias Correio do Mate
GeralNotícias

Moradores relatam água com cheiro e gosto há dias em Guaporé

Unidade da Corsan mudou tratamento, mas incômodo persiste. Problema está relacionado a água da barragem que apresenta coloração esverdeada

173Visualizações
Portal de Notícias Correio do Mate
Há pelo menos 15 dias moradores de Guaporé estão diariamente reclamando das condições que a água tem chego nas torneiras. Captada na barragem da Pequena Central Hidrelétrica (PCH) – Autódromo, no rio Carreiro, a água passa, antes de chegar nas cerca de sete mil economias, pela Estação de Tratamento (ETA), localizada no bairro São José. É na ETA que os técnicos da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) – Unidade de Guaporé, eliminam os riscos presentes nas águas das fontes por meio de uma combinação de processos e de operações de tratamento.
No término de 2020 e início do novo ano, mesmo com a mistura fina, floculação, decantação, filtração, desinfecção e fluoretação a água está chegando nas residências com cheiro e gosto. Não há coloração, porém, está impossível de consumi-la e utilizá-la, inclusive para lavar roupas, em alguns bairros da cidade. O gosto, conforme relatam os moradores, é de “barro” e “lodo”.
“Então… Alguém está preocupado com a água que estamos consumindo? Ela tem um forte cheiro, o que está acontecendo? Alguém para explicar? Obrigado”, relatou um morador da Linha 21 de Abril.
“Não há condições nem de lavar a roupa. Minha mãe fez uma ‘maquinada’ e, mesmo com sabão em pó e amaciante, a roupa ficou com cheiro estranho. Parece terra. Tivemos que colocar na máquina de novo e mesmo assim, com mais produtos, o cheiro não saiu na totalidade”, relatou uma moradora do Planalto.
Do São José, um consumidor está preocupado com a água que sai das torneiras.
“Tinha o costume, assim como a grande maioria dos moradores de Guaporé, de tomar a água direto da torneira pela confiança que temos na qualidade da água entregue pela Corsan. Mas, infelizmente, de um tempo para cá não há mais condições. Está com gosto e cheiro. Até para tomar banho está complicado”, disse.
A Corsan
Os técnicos da Corsan, com os inúmeros relatos e reclamações dos moradores, estiveram coletando amostras da água em diversos imóveis da cidade. O tratamento foi intensificado com maior dosagem de carvão ativado e adição de permanganato de potássio. Além disso, uma limpeza geral nos reservatórios foi realizada, porém, poucos resultados satisfatórios foram colhidos. O gosto e o cheiro, segundo o gerente Jorge Luis Dexheimer, estão relacionados à quantidade de algas encontradas no barramento da PCH, localizada no rio Carreiro, ponto onde há a captação da Corsan.
“É característico de algas. Detectamos que há uma proliferação de algas na água bruta”.
Conforme Dexheimer, os técnicos da Corsan realizam testes de duas em duas horas. São 12 testes diários.
“Tomamos todas as medidas necessárias. Ao longo destes seis anos que estou aqui em Guaporé, nunca passei por uma situação semelhante. Estamos trabalhando, em conjunto com os responsáveis pela PCH, para resolver esse problema que incomoda a todos”, disse o gerente, que destaca ainda:
“Embora a água tenha apresentado em vários pontos da cidade um gosto e cheiro desagradáveis, ela não é tóxica. Nossos profissionais estão tomando todos os cuidados necessários para não alterar o processo de tratamento e, daqui a pouco, termos um problema maior na água”.
Amostras de água, de diversos bairros de Guaporé, estão sendo encaminhadas para análise dos técnicos da estatal em Porto Alegre.
Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Portal de Notícias Correio do Mate
Sandra Meotti

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.