GeralNotícias

Nota Fiscal Gaúcha alcança 1,9 milhão de cadastrados

0
Tempo de leitura: 1 minuto

O Nota Fiscal Gaúcha (NFG) alcançou a marca de 1,9 milhão de pessoas cadastradas. O programa incentiva a cidadania fiscal por meio da emissão de notas fiscais e estimula os cidadãos a solicitarem à inclusão do CPF na hora da compra. Dessa forma, também auxilia no combate à sonegação e no aumento da arrecadação.

Toda vez que o consumidor inclui o CPF nos documentos fiscais acumula pontos que são convertidos em bilhetes para participar de sorteios mensais. Além disso, com o lançamento, em dezembro do ano passado, do Receita da Sorte, ainda tem chance de ganhar R$ 500 toda vez que faz a leitura do QR Code da nota fiscal, desde que contenha o CPF.

“O Nota Fiscal Gaúcha busca a promoção da cidadania fiscal, a concorrência leal e a transparência com o envolvimento da sociedade, das entidades sociais, das empresas e do Estado. Nosso intuito é fortalecer ainda mais essa ferramenta que é referência para outros Estados, sendo que seis já criaram programas semelhantes utilizando a experiência gaúcha”, disso o subsecretário da Receita Estadual, Ricardo Neves Pereira.

O NFG além de benefícios ao consumidor, com sorteios mensais e instantâneos de prêmios em dinheiro, garante às entidades sociais, escolhidas pelos cadastrados, repasses mensais.

Neste 2020, serão distribuídos R$ 3,2 milhões em prêmios aos cidadãos por meio dos sorteios, além de repasses na ordem de R$ 12 milhões para entidades de assistência social, educação, saúde e defesa e proteção dos animais.

Atualmente o NFG tem cerca de 300 mil estabelecimentos credenciados, 3,5 mil entidades indicadas e quase 3,5 bilhões de notas fiscais processadas.

Para se cadastrar no NFG é simples, basta o número do CPF e a data de nascimento.

• Clique aqui para realizar o cadastro.

Receita da Sorte

Além do sorteio mensal, sempre no final do mês, há uma modalidade na qual o consumidor concorre a prêmios em dinheiro instantemente. O Receita da Sorte distribui 10 prêmios de R$ 500 por dia. É um prêmio instantâneo. Com a leitura do QR-Code da NFC-e (Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica) e se descobre na hora se foi contemplado.

A participação ocorre por meio do aplicativo do Nota Fiscal Gaúcha, disponível no Google Play e na App Store. O cidadão, com seu tablet ou smartphone, abre o aplicativo, seleciona o ícone Receita da Sorte, aponta a câmera do dispositivo móvel para o QR-Code e aguarda o resultado. Caso seja contemplado, a informação é imediata.

A participação, contudo, depende de a NFC-e conter o CPF da pessoa logada no aplicativo e de a nota ser válida, ou seja, ter sido emitida e autorizada eletronicamente pela Secretaria da Fazenda do Estado.

Descontos no IPVA

Além dos prêmios em dinheiro, a iniciativa prevê descontos de 1%, 3% ou 5% no valor do tributo do IPVA aos cidadãos que pedem a inscrição do CPF nas notas fiscais de suas compras. Para obter o desconto máximo de 5%, é preciso ter pelo menos 150 documentos fiscais.

Empresas podem usar plataforma de sorteio

A plataforma de sorteios do NFG também pode ser utilizada por supermercados e shoppings para realizarem seus próprios sorteios. Essas empresas precisam ter faturamento anual de R$ 3,6 milhões e emitir a Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e).

Pela parceria, os sorteios utilizando a plataforma do NFG podem ser realizados com maior facilidade e de forma totalmente eletrônica e gratuita, sem papel e sem troca de notas por cupons, com base nos dados dos cidadãos inscritos no programa Nota Fiscal Gaúcha.

Texto: Ascom Sefaz

Sandra Meotti

Veja quais são os partidos com maior número de candidatos a prefeito na região

Artigo anterior

Painel projeta futuro do agronegócio brasileiro no pós-pandemia

Próximo artigo

Você também pode gostar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Mais Geral