GeralNotícias

PTB de Guaporé emite nota oficial

0
Tempo de leitura: 1 minuto

O Diretório Municipal do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), de Guaporé, realizou na sede uma coletiva de imprensa para posicionar-se oficialmente sobre os fatos que ocorreram após uma reunião/encontro de filiados, simpatizantes e alguns candidatos que concorrem ao pleito municipal de 2020. Na oportunidade, pronunciou-se o candidato à majoritária, advogado Adalberto Alorino de Almeida. Durante aproximadamente sete minutos, narrou o fato e colocou o posicionamento do PTB Municipal sobre o ocorrido.
Após a coletiva de imprensa, o partido, liderado por Adriano Augusto de Almeida, emitiu uma nota oficial que destaca:
“Na noite deste domingo (27), um atentado ocorreu em reunião de apoiadores da candidatura de Alessandro de Almeida. Durante o evento que contava com cerca de dez pessoas, dois indivíduos encapuzados entraram no local e procuraram por alguém, até balear Roberto Favero, membro da coordenação de campanha de Adalberto de Almeida, candidato a prefeito pelo PTB. Ainda, Jonatan de Oliveira, presidente do PL, foi atingido na mão com um tiro. Após, os meliantes dispararam vários tiros para cima e saíram do local.
A Polícia Civil e a Brigada Militar estiveram no local e já iniciaram a investigação.
O PTB de Guaporé lamenta o corrido e se diz preocupado neste momento com a recuperação de Favero, que está internado em Passo Fundo, em estado grave. Segundo o partido, suspeita-se que o alvo do atentado seria o candidato Adalberto de Almeida, que mantém características muito semelhantes ao de Roberto Favero, baleado no local. O candidato a prefeito, havia saído do local minutos antes da chegada dos criminosos”.

Foto: PTB de Guaporé onde aconteceu a coletiva de imprensa

Sandra Meotti

Governo apresenta editais de R$ 39,7 milhões para ações emergenciais na área cultural

Artigo anterior

Polícia Civil investiga tentativa de duplo homicídio após encontro partidário em Guaporé

Próximo artigo

Você também pode gostar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Mais Geral