Portal de Notícias Correio do Mate
NotíciasSaúde

São Leopoldo tem paciente suspeito de coronavírus, diz secretário municipal de Saúde

Paciente mora em uma cidade a cerca de 1.500km da província de Hubei, onde fica Wuhan, cidade considerada epicentro do coronavírus. Caso é considerado de "baixo risco", segundo secretaria.

846Visualizações
Portal de Notícias Correio do Mate

Um homem de São Leopoldo, na Região Metropolitana de Porto Alegre, que vive na China e desembarcou no estado há cerca de 10 dias está sendo monitorado por agentes de saúde da cidade. De acordo com Secretário Municipal de Saúde, Ricardo Charão, este caso é tratado como suspeito a partir da mudança de protocolo do Ministério da Saúde.

Desde esta terça (28), como um caso de suspeita de coronavírus está sendo investigado em Minas Gerais, o Brasil mudou a classificação do risco para nível 2 (perigo iminente) e todos os casos semelhantes são comunicados e investigados pelo Ministério da Saúde. No Paraná também tem um caso suspeito da doença.

“A partir de hoje, que mudamos o critério por recomendação da OMS [Organização Mundial da Saúde], se o paciente veio da China e apresentar sintomas, vai ser considerado como suspeito e será investigado”, garante o secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo.

Conforme a nota da Secretaria Estadual da Saúde, o paciente “não esteve na região da China que até a segunda-feira (27) era considerada de risco”. Além disso, afirma que ele “não apresenta quadro grave de doença respiratória e, por precaução, ficará em isolamento domiciliar”.

O paciente de 40 anos, na manhã desta terça-feira (28), procurou a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de São Leopoldo alegando ter febre desde segunda à noite. Conforme o secretário municipal de Saúde, Ricardo Charão, ele mora em Kunming, uma cidade a cerca de 1.500 km da província de Hubei, onde fica Wuhan, cidade considerada como o epicentro do coronavírus.

A prefeitura explica que ele teve material coletado, que foi encaminhado ao Laboratório Central do Estado (Lacen). O paciente segue internado e em isolamento para observação. No entanto, o secretário afirma que o caso está em observação e é de baixo risco.

De acordo com o Secretário-xecutivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, a recomendação é pelo isolamento do paciente. “Já estamos orientando mesmo sem ter nenhum caso. É inevitável que o Brasil e que o Rio Grande do Sul vão confirmar algum caso logo adiante. Então, temos que pensar na prevenção”, observa.

A estimativa, segundo Gabbardo, é que cheguem no país em torno de 250 pessoas por dia vindas da China.

Ele explica que o vírus é semelhante a outros que já atingiram o país em outros momentos, e que os cuidados são os mesmos para uma gripe, como não tossir sem proteger o rosto, higienizar as mãos e evitar concentração de pessoas. Porém, para atestar um diagnóstico por coronavírus, as causas precisam estar associadas a outros sintomas. “O mais característico é a febre, mas tem que estar associada a tosse ou dificuldades respiratórias”, afirma.

Todos os casos que estão sendo notificados serão avaliados pelo Mininstério da Saúde e pela Secretaria Estadual da Saúde. Nesta quarta-feira (29) acontece a divulgação de um novo boletim.

Confira na íntegra a nota da Secretaria Estadual da Saúde:

“A Secretaria da Saúde do Estado já colocou em prática um plano de ação que segue à risca os protocolos preconizados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pelo Ministério da Saúde (MS). Em parceria com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), os técnicos da Vigilância em Saúde do Estado estão acompanhando a chegada de pessoas oriundas da China. Ao mesmo tempo, a Secretaria da Saúde orientou os agentes municipais de saúde para que todos os casos de pessoas vindas do território chinês que apresentem febre e sintomas respiratórios (semelhantes aos de uma gripe, como tosse, dificuldade de respirar, coriza) sejam imediatamente relatados à Vigilância em Saúde Estadual. Os pacientes devem ser imediatamente isolados e tratados de acordo com a gravidade do quadro clínico.

Um paciente de São Leopoldo procurou a UPA da cidade e, mediante orientação da Vigilância em Saúde do Estado, recebeu o atendimento e acompanhamento preconizado pelo Ministério da Saúde. Não esteve na região da China que até a segunda-feira (27) era considerada de risco. O paciente não apresenta quadro grave de doença respiratória e, por precaução, ficará em isolamento domiciliar. Foi coletado material para análise.”

Fonte: G1 – Portal de Notícias da Globo

00:00/02:00

Portal de Notícias Correio do Mate
Sandra Meotti

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.