Portal de Notícias Correio do Mate
Notícias

Secretaria da Saúde orienta profissionais e população sobre novo coronavírus

A Secretaria da Saúde (SES) do Estado, por intermédio do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs), está orientando as redes de saúde pública e privada sobre notificação de casos suspeitos de doença respiratória causada pelo agente novo coronavírus

198Visualizações
Portal de Notícias Correio do Mate

A Secretaria da Saúde (SES) do Estado, por intermédio do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs), está orientando as redes de saúde pública e privada sobre notificação de casos suspeitos de doença respiratória causada pelo agente novo coronavírus. O trabalho é feito a partir das recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde (MS), que lançou nesta quinta-feira (23) um Boletim Epidemiológico sobre essa nova cepa viral. Desde o final de 2019, quando foram detectados casos de doença respiratória na China, provocados pelo coronavírus, os estados vêm monitorando o evento, em conjunto com o Ministério da Saúde.

Como resultado deste trabalho, as instituições de saúde lançaram um alerta para eventuais casos de pessoas com sintomas suspeitos e que tenham histórico de viagem para áreas de transmissão nos últimos 14 dias. Os sintomas clínicos são principalmente respiratórios, como febre, tosse e dificuldade para respirar. Os casos mais graves podem evoluir para pneumonia.

O Rio Grande do Sul, no momento, não tem nenhuma situação relacionada ao novo coronavírus em investigação. O único caso suspeito até agora – notificado ao MS na quarta-feira (22) – foi descartado. Tratava-se de uma pessoa que passou 18 dias trabalhando na China e que procurou atendimento médico com febre e tosse. Foram tomadas as medidas preconizadas para atendimento de caso suspeito e o resultado foi negativo, sendo que o paciente sequer está internado.

Recomendações à rede de saúde

Para os casos suspeitos é recomendado que o paciente use máscara cirúrgica logo no início e seja mantido em quarto privativo. Os profissionais devem usar medidas de precaução padrão. Casos graves devem ser encaminhados para um hospital de referência, e os leves devem ser acompanhados pela atenção básica em saúde.

A OMS detectou que a transmissão pessoa a pessoa está acontecendo entre familiares e profissionais de saúde em contato com indivíduos infectados na cidade de Wuhan (China) que é, até o momento, o único local conhecido com transmissão.

Precaução em portos, aeroportos e fronteiras

A vigilância sanitária orienta adoção de medidas nos pontos de entrada no país:

– Atenção para detectar suspeitos;
– Orientação para notificação imediata destes casos;
– Elaboração de avisos sonoros com recomendações sobre sinais, sintomas e cuidados básicos;
– Intensificar procedimentos, limpeza e desinfecção de Equipamentos de Proteção Individual (EPI);
– Orientar equipes dos postos médicos quanto à detecção de casos suspeitos;
– E atender a possíveis solicitações de listas de viajantes para investigação de contato.

Fonte: Secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul

Portal de Notícias Correio do Mate
Sandra Meotti

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.