NotíciasSaúde

SERAFINA CORRÊA | De padeiro a prefeito – a mão na massa de Valdir Bianchet

0
Tempo de leitura: 1 minuto

Ele fazia pães, massas, biscoitos e doces. Era padeiro e confeiteiro. Trabalhava cerca de 18 horas por dia na padaria fundada por ele, a Della Nonna. O estabelecimento existiu em Serafina Corrêa, no RS, e em Medianeira, no PR. Foram muitos anos criando, produzindo e comercializando alimentos. Dessa atividade, o atual prefeito de Serafina Corrêa, Valdir Bianchet, sente saudades, especialmente dos atendimentos que prestava aos clientes. “Era uma relação leve, animada, divertida, diferente do dia a dia na prefeitura”, diz Bianchet.

A transição de padeiro para prefeito foi lenta, difícil. Vice-prefeito no início da gestão anterior, Bianchet assumiu o comando da cidade após o falecimento da então prefeita, Maria Amélia Arroque Gheller. Aos poucos, Bianchet foi deixando sua marca, seu jeito simples, sutil, mas direto e ousado, na hora de governar. A quantidade de horas trabalhadas não mudou em relação à época da padaria. Assim como ele era o mais exigente de todos os clientes, e por isso buscava o melhor e mais gostoso pão de forno na palha, por exemplo, ele também é o mais exigente dentre os moradores de Serafina Corrêa. “Faço parte de uma comunidade que busca uma cidade mais bonita, que é exigente em todos os sentidos, isso porque buscam sempre o melhor para Serafina Corrêa, mas os desafios são grandes e diários”, contrapõe.

Vinculado ao MDB, Valdir Bianchet foi vereador na década de 1980, presidiu o partido nos anos seguintes, onde buscou o realinhamento das ideias e a união dos correligionários.

Pandemia

Todos os esforços estão sendo direcionados para garantir bem-estar à população. São quatro postos de saúde distribuídos no município de 17 mil habitantes. Todos equipados e com equipe técnica capaz de atender os principais serviços em saúde. Os investimentos públicos na área ultrapassam o percentual exigido por lei. “Investimos 25% do orçamento municipal em saúde, 10% a mais do que a legislação indica. É um bom percentual, mas em saúde pública, a demanda é sempre elevada e não tem hora marcada para acontecer; todos os recursos disponíveis a ela nunca serão suficientes…”, explica.

Esporte, cultura e lazer no pós-pandemia

A meta do prefeito também está relacionada ao pós-pandemia. Defensor da cultura, do esporte e do turismo, Bianchet aguarda com ansiedade o retorno das atividades e dos eventos. Vê com boa expectativa a criação de rotas turísticas na agricultura, trilhas ecológicas e eventos gastronômicos. O Festipizza, no entanto, deveria ser reformulado, na visão do prefeito. Realizada pela Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Serafina Corrêa (Acisco), em parceria com a prefeitura e com a comunidade, o festival já conquistou fama em nível estadual. Mas Bianchet avalia que, em sua estrutura interna, é necessário rever algumas metodologias.

Essa veia cultural não é apenas projeto de governo. Ela faz parte da sua essência enquanto ser humano. Em mais de 40 anos, ele fundou inúmeros grupos de cantoria italiana, tanto em Serafina Corrêa quanto em Medianeira, por meio dos quais participou de dezenas de festivais. Ele destaca o formato de canção denominada “capela”, que é apenas voz, sem instrumental. Amici dei Cantoria, Vicini la Itália e Grupo Esperança são alguns grupos fundados por Bianchet. “Gosto da música e dos eventos que a valorizam. É nosso dever propagar a música, em especial a italiana.”

A Via Siena, rua localizada no centro da cidade e que reproduz réplicas dos principais castelos da Itália, estava sob concessão da iniciativa privada pelos últimos 20 anos. Esse prazo se encerrou e a

concessão deve retornar ao poder público. Um dos mais recentes investimentos da prefeitura na Via Sena é a pavimentação asfáltica em todo o trajeto.

Talian

Serafina Corrêa é uma das cidades mais italianas do Brasil devido ao título de Capital Nacional do Talian, emitido em 20 de maio de 2015. Em todos os espaços públicos e demais painéis de sinalização, as informações são bilíngues, deixando claro ao visitante que ali, vive-se a experiências de dois mundos: Brasil e Itália.

Mensagem aos prefeitos

Em abril comemorou-se o Dia do Prefeito, no dia 11. Em sua mensagem aos seus colegas de missão pública, Bianchet fala da importância de se estabelecer um diálogo amplo entre todos os setores da sociedade e com a comunidade. “Estamos vivendo um momento que nenhum outro prefeito que nos antecedeu, viveu. Os municípios pequenos estão segurando a peteca, no que se refere ao combate à pandemia. Cada vez mais o diálogo se faz necessário, porque são muitos os enfrentamentos. Sigamos firmes.”

Andressa de Oliveira

ARVOREZINHA | Investimentos no Hospital São João, elevam patamar e tornam o local referência em atendimento ao Covid-19

Artigo anterior

ARVOREZINHA | Ações do Presidente da Câmara garantem destaque no meio político

Próximo artigo

Você também pode gostar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.