EconomiaNotícias

Sicredi financiou quase metade dos equipamentos de energia solar do RS em 2019

0
Tempo de leitura: 1 minuto

Das 13,2 mil unidades geradoras de energia fotovoltaica instaladas no Estado em 2019, 6 mil foram financiadas pelo Sicredi. Isso representa quase metade (45%) do total. Conforme dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), houve aumento de 164% na implantação de projetos de geração solar no ano passado ante 2018. Para o Sicredi, as operações dessa linha de crédito saltaram 220% no período, na mesma base de comparação. Vice-presidente da Central Sicredi Sul/Sudeste, Márcio Port, confirmou à coluna que o tamanho da fatia foi resultado de estratégia:

– Houve estratégia, sim, mas menos focada em financiamento e mais em esclarecimento e educação financeira. Desde 2017, organizamos  palestras no Interior com especialistas que tiravam dúvidas de grupos de 40 a cem pessoas.

 Essas plateias incluíam tanto produtores rurais quanto moradores em zonas urbanas, detalha Port. O valor médio dos financiamentos para geração solar ficou entre R$ 20 mil e R$ 25 mil em 2019. No ano passado, o Sicredi foi uma das instituições que assinaram o Pacto Global com compromissos com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU).

Segundo o executivo, o atual impasse sobre o fim do subsídio à geração distribuída de energia solar representa uma incerteza para os potenciais novos investidores. Na sua avaliação, não inviabiliza novas instalações fotovoltaicas:

— Se o equipamento dura 25 anos, o que acontece é que o ponto de equilíbrio (tempo necessário para recuperar o valor do investimento), em vez de ser seis anos, será de sete ou oito.

Port diz contar com a manutenção do subsídio. Segundo o executivo, o trabalho ainda está crescendo, com as cooperativas entusiasmadas e associados mostrando o quanto economizaram com a geração distribuída.

— O Estado tem o segundo maior número de instalações no país, e existe um protagonismo do Sicredi no RS. Acreditamos que seja possível inspirar outras iniciativas e trazer luz para o tema — afirma Port, que só se deu conta do literalismo da metáfora depois de fazer a frase.

Fonte: Grupo RBS

Gemerson Rogerio Santos

Ônibus da Bento e caminhão colidem na ERS-129 em Guaporé

Artigo anterior

Instituto de Educação de Arvorezinha se prepara para o Novo Ensino Médio

Próximo artigo

Você também pode gostar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.