GeralNotícias

SOLEDADE | Hospital Frei Clemente não renovará contrato e fechará leitos da UTI Covid

0
Tempo de leitura: 1 minuto

 

O Hospital de Caridade Frei Clemente de Soledade não renovará os quatro leitos da UTI Covid-19, setor destinado para tratamento de pessoas com quadros clínicos avançados da doença. Desde março do ano passado, a casa de saúde mantém a atividade contratada pelo Governo Estadual.

Conforme Beto Rocha, presidente da casa de saúde, manter a UTI do jeito que ela está é impossível. “Em março de 2020, recebíamos R$ 1,6 mil por dia por leito, o que era viável e até servia como lucro para investimento no setor, mas atualmente, temos mais pacientes do que leitos”, revelou Beto.

Com o alto valor cobrado no kit intubação e com quatro leitos contratados pelo estado, mas com seis pacientes internados, o hospital não vê alternativa se não o fechamento do setor.

“Nós temos 4 leitos para funcionar como UTI, mas 6 pacientes baixados. 50% a mais. Esses outros dois, quem paga? Somos nós. Mas nós vamos deixar o paciente sem atendimento? É um atestado de óbito que ninguém quer assinar. Já comunicamos as autoridades que não temos como manter a UTI, sob pena de fechar o hospital. Por isso, decidimos não renovar o contrato que encerra em 16 de junho”, afirmou Beto.

Segundo Beto, mesmo recebendo do Estado R$ 1,6 mil por leito, o hospital gasta pelo menos R$ 4 mil para mantê-lo. A alta nos medicamentos também leva a casa de saúde a não ter condição financeira para continuar com serviço.

Com isso, Soledade deixará de ter internações de Covid-19, sendo que os pacientes que estiverem na casa de saúde no fim do contrato, deverão ser transferidos para outros hospitais.

A informação é da Rádio Cristal.

Andressa de Oliveira

Governo do RS publica decreto com novas regras de distanciamento

Artigo anterior

QUINZE DE NOVEMBRO | Município realiza o lançamento da Campanha do Agasalho 2021

Próximo artigo

Você também pode gostar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Mais Geral