Notícias

Unidade de Pantano Grande já colheu 95% da área de arroz

0
Tempo de leitura: 1 minuto

Com 841.049 hectares colhidos, o Rio Grande do Sul atingiu nesta semana 88,91% da área total estimada de 945.940 ha. Faltam ainda 11,09 pontos percentuais para o término dos trabalhos, o que representa pouco mais de 104 mil hectares.

As informações são divulgadas pela Divisão de Assistência Técnica e Extensão Rural (Dater) do Instituto Rio Grandense do Arroz, a partir de informações obtidas pelas equipes dos Núcleos de Assistência Técnica e Extensão Rural (Nates) da autarquia diretamente junto aos produtores do RS.

A produtividade no RS segue alta, com 8.883 quilos por hectare, ainda cima da média histórica (8.400 kg/ha da safra 2019/2020). Nesse item, o destaque fica por conta da regional Fronteira Oeste, que registra 9.543 kg/ha até o momento.

Duas regionais arrozeiras estão com mais de 90% da área colhida. A mais adiantada é a Planície Costeira Externa, com 94,9%: 101.824 ha de um total semeado de 107.300 ha. A Fronteira Oeste aparece com 92,46%: 257.367 ha de 278.349 ha. Todas as demais regionais já estão acima dos 80%.

A EVOLUÇÃO DOS ESTÁDIOS FENOLÓGICOS* POR REGIÃO

  REPRODUTIVO MATURAÇÃO ÁREA COLHIDA
CAMPANHA 0 (0,0%) 13.446 (10,53%) 114.281 (89,47%)
CENTRAL 130 (0,10%) 20.651 (15,76%) 110.246 (84,14%)
FRONTEIRA OESTE 0 (0,0%) 20.982 (7,54%) 257.367 (92,46%)
PC EXTERNA 0 (0,0%) 5.475 (5,10%) 101.824 (94,90%)
PC INTERNA 457 (0,33%) 19.492 (14,09%) 118.378 (85,58%)
ZONA SUL 0 (0,0%) 24.256 (14,86%) 138.952 (85,14%)
*Medida em hectares
   

Assessoria de Comunicação

Foto: Agrônomo da Cotriel de Pantano Grande Anderson Vincenz

fonte: Cotriel
Andressa de Oliveira

GUAPORÉ | Silvana necessita de ajuda para prosseguir tratamento contra o câncer

Artigo anterior

Decreto permite volta às aulas presenciais em municípios que adotam a cogestão no RS

Próximo artigo

Você também pode gostar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.