Portal de Notícias Correio do Mate
GeralNotícias

Univates prepara 40 leitos de retaguarda

Ambulatório funcionará como apêndice do HBB e deve estar pronto em 15 dias

101Visualizações
Portal de Notícias Correio do Mate

Uma parceria entre município de Lajeado, Univates e Hospital Bruno Born viabilizará mais 40 leitos para atendimento de pacientes com covid-19.

Os leitos serão disponibilizados no Ambulatório de Especialidades Médicas, no prédio 22 da universidade. O espaço funcionará como um apêndice do hospital, recebendo casos de menor gravidade e realizando exames em pacientes com sintomas.

De acordo com o secretário de saúde, Cláudio Klein, os leitos de retaguarda passarão a ser utilizados quando o setor de covid-19 do Hospital Bruno Born atingir 70% da sua capacidade. Os leitos serão acionados de oito em oito, conforme a necessidade.

O HBB conta hoje com onze leitos de internação e oito de UTI. Até o fim da tarde de ontem, eram quatro pacientes da UTI e um no setor de internação.

A gestão do espaço será de responsabilidade do hospital, que vai fornecer a alimentação e os medicamentos. A mão de obra ficará a cargo do município e da Univates. O município pretende fazer a contratação ampliando um dos dois contratos já existentes com a universidade, da UPA ou das UBSs.

Falta o orçamento

O planejamento deve estar concluído na próxima semana. Ainda não há estimativa do custo e de que forma serão feitos os pagamentos.

O município busca formas de ter apoio do estado e da união, mas, até o momento, não há caminhos legais para estes convênios. A tendência é que o município arque com os custos. Neste caso, os leitos seriam destinados apenas à população de

Lajeado.

“Se não houver contribuição de ninguém, vai ficar só para Lajeado. Se houver credenciamento do estado ou da União, fica regionalizado”, diz Klein.

Leitos prontos em 15 dias

A estrutura traz vantagens em relação à construção de um hospital de campanha, explica o biomédico e professor da Univates, Jairo Hoerlle.

“É uma área nobre, temos macas, equipamentos, raio-X, toda uma estrutura pronta que pode dar uma boa retaguarda. Funciona muito melhor que um hospital de campanha e consegue oferecer mais conforto”, avalia.
De acordo com Hoerlle, as únicas estruturas que serão incluídas às da universidade

serão dois contêiners, que servirão de vestiário e chuveiros para os funcionários. A projeção da universidade é de que ainda sejam necessárias duas semanas para que os leitos estejam prontos.

“Tomara que não seja necessário usar. Se precisar, em quinze dias teremos tudo pronto”, projeta.

Fonte: Jornal A Hora

Portal de Notícias Correio do Mate
Sandra Meotti

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.