GeralNotícias

Vendas cresceram 13,4% no mês de agosto

0
Tempo de leitura: 1 minuto

A média diária de vendas no Brasil no mês de agosto atingiu o valor de R$ 26,8 bilhões, o maior patamar entre os meses do ano de 2020. O resultado é 4,4% maior que o de julho de 2020 e 13,4% superior ao de agosto de 2019.

Já o gráfico de vendas semanais mostra a recuperação progressiva das vendas com as semanas de agosto alcançando vendas superiores a R$ 175 bilhões e registrando o pico de R$ 210 bilhões na última semana do mês.

Comércio e indústria

Dados do comércio demonstram que o setor contabilizou os melhores resultados no mês de agosto. A média diária de vendas com a NF-e foi de R$ 10,0 bilhões, um aumento de +1,7% em relação ao mês anterior. Parte desse movimento deve-se ao comércio atacadista, que registrou R$ 7,0 bilhões na média diária de vendas (aumento de 1,5% em relação ao mês anterior).

A indústria também obteve em agosto o melhor desempenho deste ano. No mês, a média diária de vendas registrou R$ 14,2 bilhões (aumento de 9,8% em relação a 2019 e de 5,4% em relação a julho de 2020).

O movimento agregado das notas fiscais eletrônicas (NFe) capta, principalmente, as vendas entre empresas de médio e grande porte, bem como as vendas não presenciais de empresas para pessoas físicas. Mais informações a respeito da NFe podem ser obtidas em:  Portal NFe.

Comércio Eletrônico

O comércio eletrônico também alcançou no mês de agosto o melhor resultado do ano com desempenho de vendas 48,6% superior ao mês de agosto de 2019.

Veja o boletim da Receita Federal no arquivo anexo:

Boletim NFe

 

Fonte: Receita Federal

Sandra Meotti

Prazo para declaração de ITR 2020 encerra dia 30 de setembro

Artigo anterior

Presidente da Coagrisol passa integrar diretoria da Fecoagro/RS

Próximo artigo

Você também pode gostar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Mais Geral